Secretaria paroquial: atendimento evangelizador - Dominus Comunicação

Secretaria paroquial: atendimento evangelizador

Secretaria paroquial: Lições para um atendimento evangelizador

O dia-a-dia de uma secretaria paroquial não deve ser o de um lugar onde apenas se realiza um trabalho burocrático. Ali não se tratam apenas de questões de natureza administrativa e organizacional da estrutura paroquial.

Neste ambiente é o próprio Cristo quem deve acolher o outro, na pessoa do secretário ou secretária paroquial.

Talvez você esteja se perguntando: Mas como é possível manter essa espiritualidade dentro da secretaria paroquial, diante de tantas demandas, inclusive burocráticas mesmo?

Se essa é sua dúvida, te apresentamos algumas dicas que podem te ajudar a ter ou a manter um atendimento evangelizador na sua paróquia.

O papel da secretaria paroquial e a evangelização

A secretaria paroquial é formada pela sua estrutura física e pelas pessoas que nela trabalham. Ter uma secretaria que funcione bem é imprescindível para demonstrar zelo e cuidado com a comunidade.

Vamos às dicas!

  • Tenha um espaço adequado

A secretaria paroquial precisa ter um espaço suficiente para atender o fluxo diário de fiéis que passam por ela. O espaço também precisa ser funcional para permitir o acesso de cadeirantes e idosos.

Além disso, é necessário também cuidar para que o local esteja sempre limpo, organizado e aconchegante. Ao chegar na secretaria paroquial, o paroquiano deve se sentir acolhido tanto quanto se sente ao entrar na igreja.

Tenha nas paredes a foto do Papa, do bispo e do pároco. Não se esqueça também do crucifixo, de uma imagem da Mãe de Deus e do padroeiro da sua paróquia. 

  • Procure ter um horário de atendimento flexível

É preciso considerar que a grande maioria das pessoas trabalham. Muitas vezes essas pessoas precisam aproveitar seu restrito horário de intervalo do almoço, por exemplo, para resolver suas questões na secretaria paroquial. Outra opção que elas têm é passar na secretaria depois do trabalho. Por isso, é preciso que a secretaria esteja preparada para atender em diferentes horários do que o costumeiro horário comercial, ao menos alguns dias da semana. 

  • Invista na informatização da secretaria paroquial

Não basta ter um computador, programas próprios para o gerenciamento facilita o dia-a-dia do trabalho na secretaria paroquial. Procure investir em sistemas para o controle do fluxo do dízimo, para a emissão de certidões, organização da agenda das atividades paroquiais, etc.

Como realizar um atendimento evangelizador

Uma das principais características de uma pessoa para trabalhar na secretaria paroquial deve ser a facilidade em lidar com o público. Portanto, seu secretário ou secretária deve saber dar informações claras, diretas e objetivas.

Mas, mais do que isso, é preciso oferecer um serviço humanizado.  O que isso significa? Você já vai compreender!

Primeiramente, como você bem sabe, durante o expediente paroquial passam pela secretaria inúmeras pessoas, cada uma com sua realidade. Algumas no auge da alegria, quando precisam agendar seu casamento ou o batizado de um filho. Já outras vivem a tristeza da perda de um ente querido. Há também aqueles que vivem o drama do desemprego e buscam na paróquia um auxílio.

Portanto, o secretário ou secretária paroquial precisa ter sensibilidade ao lidar com as pessoas. Se faz necessário um acolhimento diferenciado, de acordo com a realidade de cada um.  

O secretário ou secretária paroquial é o rosto da paróquia, por isso deve sempre demonstrar um sorriso acolhedor. É preciso também ter humildade e nunca discutir com os paroquianos.

A secretaria paroquial é também lugar de evangelização. Ao receber um paroquiano, o secretário ou secretária deve portar-se como Jesus se portaria.

A discrição é outra característica importante de um secretário paroquial. Pois, aquilo que um fiel diz, muitas vezes em tom de desabafo, jamais pode ser passado para outras pessoas.

Além disso, para ter um bom desempenho em seus serviços, é necessário ter um canal de comunicação direto e rápido com o pároco. Também a comunicação entre o Conselho Pastoral Paroquial (CPP), com os coordenadores de pastorais e movimentos, agentes e demais fiéis deve acontecer de forma direta, para evitar informações inverídicas ou equivocadas.

Secretaria paroquial, desafios e possibilidades

Como em qualquer ambiente de trabalho, os desafios e possibilidades dentro de uma secretaria paroquial são inúmeros. 

Mas, o diferencial está no seu propósito: facilitar às pessoas o acesso aos sacramentos, o seu encontro com Deus.

Talvez o grande desafio seja o secretário ou secretária paroquial ter a consciência de que o seu trabalho é ser um evangelizador e assumir, de fato, esse papel. 

Gisa Prado

Jornalista de formação, com longa experiência na produção de conteúdos para meios de comunicação católico. Atualmente compõem a equipe de Redação na Dominus Evangelização e Marketing.  Seu coração está na evangelização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *