6 razões para sua paróquia investir em um plano pastoral

6 razões para sua paróquia investir em um plano pastoral

6 razões para sua paróquia investir em um plano pastoral

A princípio muitos gestores paroquiais podem achar que o investimento de tempo e dinheiro, em plano pastoral, seja um desperdício. Porém, isso é um grande equívoco. Ou não se tem conhecimento das potencialidades da ferramenta de planejamento estratégico ou não se viu bons exemplos de aplicação e execução de um projeto. 

Não investir em uma estratégia consistente de pastoral é propor à comunidade caminhos aleatórios que não se sabe ao certo onde se chegará. Um bom plano pastoral é o alicerce de uma evangelização frutífera. 

Elencamos pelo menos 6 razões para sua Paróquia investir em um plano pastoral, de modo que você possa conhecer as vantagens e direções que um trabalho assim pode resultar na missão paroquial. 

1 – Conhecer melhor a vida pastoral e evangelizadora

Quando se chega a um lugar que você não conhece, um dos grandes riscos é de se perder. Nas atividades da Igreja também acontece desse modo. Desenvolver uma ação de evangelização sem conhecer o “terreno onde se está pisando” pode ser como dar um tiro no escuro. Ao contrário, quando se conhece as forças e as oportunidades de uma comunidade paroquial, é possível encontrar uma direção clara de por onde começar o caminho. Já no ponto de vista das fraquezas e desafios, esse conhecimento permite buscar meios de vencê-los com instrumentos mais assertivos em vista da evangelização. 

2 – Saber para onde se está caminhando

Uma das reclamações mais recorrentes de agentes de pastoral é o fato de servir nas ações de evangelização, mas muitas vezes sem saber para onde se está indo. Isso gera insegurança e descrédito por parte da comunidade. O desenvolvimento do planejamento pastoral permite que a comunidade toque suas realidades e desafios, sabendo quais os objetivos e metas possíveis. 

3 – Perceber melhor o povo para quem foi enviado

Um dos episódios mais conhecidos das viagens missionárias de São Paulo foi sua ida à Grécia. Os Atos dos Apóstolos retrata que Paulo, percorrendo a cidade e considerando os monumentos de culto dos gregos, encontrou também um altar com a inscrição: A um Deus desconhecido. Daí fez sua pregação: “O que adorais sem o conhecer, eu vo-lo anuncio!” (cf. At 17, 22-23). Veja que, primeiro, o apóstolo percorreu a cidade, a conheceu, e identificou uma forma de evangelizar a partir das características daquele povo. 

O que Paulo fez no início da era cristã foi uma forma de planejamento estratégico. Nos tempos de hoje, a técnica permite conhecer bem o povo para o qual a paróquia é enviada, a fim de que o Evangelho alcance o coração dessas pessoas de modo mais profundo. 

4 – Evangelizar mais e melhor

Por todas as razões citadas acima, já é possível ter um panorama de como a evangelização pode dar um salto quando se conhece bem as realidades da paróquia, se estrutura as ações que serão tomadas, e se executa um plano pastoral. Já deve ter ficado claro que não é uma perda de tempo, ao contrário, com estratégias e ferramentas adequadas é possível evangelizar mais e melhor.

5 – Economizar recursos e investir no que vale a pena

Quando se entende onde você está e onde se quer chegar é bem mais fácil compreender o que você precisa gastar para alcançar seu destino. Porém, se esse conhecimento é parcial ou inconsistente, você pode comprar uma passagem caríssima para chegar num local que se poderia ir à pé. 

Com um plano pastoral bem elaborado e uma comunidade que abraça seu sonho evangelizador, é possível a criação de um planejamento financeiro seguro e econômico.

6 – Gerar confiança com os agentes de pastoral

Uma boa e cativante apresentação do planejamento estratégico pode aumentar a confiança dos agentes pastorais acerca das ações de evangelização da comunidade. Desse modo,as pessoas podem servir com mais disposição e ânimo, o que permitirá que mais pessoas façam uma experiência com Jesus, e tenham suas vidas transformadas.

Quer aprofundar melhor como realizar um bom plano pastoral, conheça o Curso Gestão de Projetos de Evangelização. Acesse agora mesmo!

Narlla S. Bessoni

Jornalista formada pela Universidade Católica de Brasília,  escritora, missionária, casada e mãe.  Seu coração está na evangelização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *