Saiba como criar o plano de marketing para sua paróquia

Saiba como criar o plano de marketing para sua paróquia

Saiba como criar o plano de marketing para sua paróquia

Criar um plano de marketing para a sua paróquia, é compreender que não dá mais para improvisar na evangelização. 

Portanto, é preciso fazer uso de todas as ferramentas disponíveis neste continente digital. Afim de que, todos sejam alcançados e vivam uma experiência pessoal com Jesus.

Além de que, ao criar um plano de marketing a evangelização se torna muito mais estratégica.

Com isso,  é possível acompanhar melhor os passos das pessoas evangelizadas e perceber crises, pontos a crescer, forças e fraquezas.

Acompanhe esse conteúdo e descubra quais são os passos para criar um plano de marketing eficiente para a sua comunidade.

O que é um plano de marketing e sua importância

O plano de marketing é um documento direto e objetivo. 

Afinal,  reúne informações importantes a respeito do planejamento das ações que irão direcionar a evangelização em sua paróquia.

Desse modo, utilizando metas de curto a médio prazo, indicadores, objetivos e análises, é possível ter uma análise clara e concreta do atual cenário de sua comunidade.

Exemplo: Quem são as pessoas que ali frequentam? Quais são os pontos que precisam ser melhorados? Quais são as potências existentes?

Como funciona?

Trata-se de um guia e é também direcionado para a comunidade em geral. 

Assim como, para ações específicas: Campanhas de arrecadação do dízimo, promoção de cursos, engajamento em pastorais.

Portanto, para criar um plano de marketing eficiente,  é preciso ter em mente a necessidade de se comprometer com o projeto. Afinal, de nada adianta estudar, pesquisar estratégias e não colocá-las em prática ou acompanhar o seu desenvolvimento. 

Entenda que se comprometer com esse projeto é se comprometer também com as vidas que serão alcançadas por meio das ações de evangelização. Logo, tenha ao menos uma pessoa da sua equipe que acompanhe o andamento do plano.

Essa pessoa será útil também para revisar sempre que possível o material e propor melhorias.

Quais são os benefícios?

Ainda tem dúvidas a respeito dos benefícios ao criar um plano de marketing para sua paróquia? Imagine a seguinte situação:

Uma paróquia, sem um plano de marketing, irá produzir conteúdos e materiais tendo em vista apenas as necessidades do momento. Até ocorre um planejamento dessas ações, porém, não acompanha-se os resultados alcançados.

De outro lado, uma paróquia que conhece a importância de criar um plano de marketing, sabe exatamente qual é o caminho que está percorrendo. Assim, tem uma direção clara para atingir o seu objetivo: evangelizar pessoas que se tornem futuros evangelizadores!

Logo, essa paróquia irá compreender cada etapa da jornada de evangelização dos fiéis ao ponto que seja despertado o comprometimento e pertencimento daqueles que serão acolhidos.

Lembre-se de que é preciso, cada vez mais, utilizar a inteligência evangelizadora em nossas comunidades.
Afinal, as
estratégias que utilizamos em nossa evangelização não são apenas para vender um produto, como acontece no mundo corporativo. Estamos falando de meios de promover um encontro entre Deus e seus filhos!

Conheça a sua comunidade

Agora que temos clara a importância de criar um plano de marketing, vamos mostrar o passo a passo. Desse modo, será possível desenvolver um material, de acordo com as necessidades de sua comunidade.

Portanto, antes de criar o plano de marketing de sua paróquia, será necessário realizar um planejamento estratégico. Trata- se de uma pesquisa de mercado em que serão analisados a realidade atual da paróquia e também o cenário de sua “concorrência”.

Contudo, no que diz respeito a evangelização, sabemos que não há concorrência. Afinal, todos saem ganhando quando, pessoas são evangelizadas e atraídas para uma vida de intimidade com Deus.

Contudo, entender como as paróquias de sua Diocese estão se comportando no ambiente digital e quais estratégias estão sendo utilizadas, pode ser útil. 

Vamos ao trabalho: o passo a passo

Ao criar o plano de marketing e também nessa fase inicial de pesquisa, traga para perto as principais lideranças de sua comunidade. Aqueles que compõem o Conselho Pastoral Paroquial – CPP. Tal participação será muito rica.

Não apenas pela presença, como também pelas experiências, olhares e trocas dessas pessoas. Além disso,  podem contribuir para que a construção do material seja algo muito mais belo e que contemple todas as áreas.

Afinal, lembre-se de que parte dessa pesquisa consiste em conhecer o público alvo e as personas a quem será direcionada as futuras ações. 

Vale lembrar de que personas são personagens que te ajudam a compreender melhor quem são as pessoas alcançadas pela sua mensagem, a partir de um estudo que apresenta características e dificuldades reais desse personagem.

Saiba mais: E-BOOK COMO CRIAR PERSONAS DE FORMA SIMPLES

Nesse sentido, as ações de marketing que serão desenvolvidas precisam falar a linguagem dessas pessoas e entender suas dores e necessidades.

Com o planejamento estratégico em mãos

É hora de criar o plano de marketing. Atente-se a estes pontos que não podem ficar de fora:

  • Objetivos e metas: Tenha claro quais serão as metas e objetivos que irão guiar as ações de evangelização em sua paróquia. Para isso, utilize o modelo de meta SMART (Específico, Mensurável, Atingível, Relevante e Temporal).
  • Análise SWOT: Essa análise consiste em descrever na prática quais são as forças, fraquezas (fatores internos), oportunidades e ameaças (fatores externos) que podem interferir no alcance de suas metas. 
  • Criação de personas: Tenha em mente que quando for planejar e executar suas ações, você irá precisar tocar em dores e necessidades reais do seu público. Saber quem são as suas principais personas irá favorecer para que você seja mais específico e direto em seus conteúdos.
  • KPIs: São indicadores – chave, métricas para avaliar quais ações estão dando resultado, quais merecem um olhar mais atento e quais não estão dando certo.
  • Prazo e orçamento: Ao criar o plano de marketing, é importante definir prazos para o desenvolvimento de cada ação, além de ter a ciência de qual o investimento financeiro será necessário.  É preciso estimar também qual o tempo de espera para se ter o retorno desse investimento. 

Quais são as etapas para criar um plano de marketing?

  • Sumário Executivo: Apesar de estar no início, ele é a última parte a ser desenvolvida.
    Afinal, ele apresenta o plano de ação de evangelização.

           O sumário, permite ter um diagnóstico da estrutura da paróquia, assim, permite ao leitor compreender aquilo que será feito com os principais tópicos do documento.

  • As personas: Diferente dos dados de público alvo, que se refere  mais a dados demográficos e comportamentais, a definição das personas irá apresentar as características reais do estilo de vida das pessoas.
    Compreenda assim, quem são os “clientes” e como solucionar os seus problemas por meio da evangelização. 
  • Estratégias de marketing: Tendo em vista o estudo e análise das personas, aqui será descrito quais são as melhores estratégias que se encaixam para este perfil, tais como:
  • Blog e materiais ricos (marketing de conteúdo);
  • SEO;
  • Redes sociais;
  • Canal de vídeo;
  • Links patrocinados;
  • E-mail marketing.

Nessa etapa, é importante que esteja descrito quais serão os formatos de conteúdo utilizados.

Esteja atento a frequência de postagens, quem serão os responsáveis e, claro, quais serão os canais utilizados para cada estratégia.

O importante é entender aquilo que realmente funciona para as suas personas, por isso, ter atenção com esse estudo e recolhimento de dados é fundamental.

  • Jornada de Evangelização: As ações de marketing só irão alcançar o seu objetivo se, antes, for possível compreender quais são as etapas que as pessoas percorrem até se tornarem, também elas, evangelizadores.

Tendo isso de maneira clara, será possível criar estratégias mais assertivas que alcancem as pessoas certas, na hora certa. Pode-se dividir este processo em três etapas: conhecimento, consideração e decisão. 

  • Os concorrentes: Nesta etapa será avaliado o comportamento e quais são as paróquias da sua região, no âmbito da evangelização digital. Faça um mapeamento detalhado sobre o que eles estão fazendo, quais são as lideranças, se contam com suporte de agências, etc. Tudo isso é importante!

Todas essas informações são relevantes. 

Outras questões importantíssimas

Com isso, Identifique as oportunidades, forças e fraquezas, como também aquilo que ainda não está sendo feito ou pode ser melhorado.

  • Métricas (KPIs): Cada estratégia definida precisará contar com os indicadores chaves para aquela ação. Para isso, é importante ser bastante específico com a definição das métricas, evite definições genéricas. Utilizar números e prazos é um bom caminho. Segue alguns exemplos:
  • Aumentar em 50% o número de visualizações nas transmissões online
  • Crescer em 30% no número de fiéis engajados nas pastorais
  • Aumentar o número de interações nas redes sociais
  • Cronograma de execução: Essa é a fase de maior comprometimento dos envolvidos, uma vez que ali serão apresentados os prazos de entrega e os responsáveis por cada ação, além de quais serão os esforços e investimentos necessários para que se alcance o objetivo estabelecido.

    Sabendo exatamente o que precisa ser feito e como isso será feito, a evangelização em sua comunidade só tende a crescer. Com esse material sempre em mãos, compreenda que mudanças e ajustes serão necessários ao longo do caminho.

    Inclua também neste documento, estratégias para diminuir o número de evasões em sua comunidade, o que fazer para alcançar os fiéis que não se identificam com as atuais pastorais e, claro, procure parceiros estratégicos.

    Troque informações com outras paróquias que já deram os primeiros passos na profissionalização da evangelização, invista no Inbound Marketing e no Marketing de conteúdo para promover a formação de novos agentes pastorais.

    E, claro, nós, da Dominus, estamos à disposição para te auxiliar nesse processo. Investir na profissionalização da evangelização é um caminho de maturidade digital. Logo, é reconhecer que neste continente existem ainda milhares de pessoas que precisam ser atraídas para o Reino dos Céus.

    E então, que tal reunir a sua equipe e começar a trabalhar para criar o plano de marketing de sua comunidade? Compartilhe este conteúdo!

Jéssica Maia

Jornalista por formação e missionária, Sua missão é anunciar a Paz ao coração dos homens. Atualmente compõem a equipe de Redação da Dominus. Seu coração está na evangelização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *