Pascom diocesana: Saiba como ela deve atuar - Dominus Comunicação

Pascom diocesana: Saiba como ela deve atuar

A Pascom diocesana deve ter como o seu maior objetivo colaborar com a evangelização da Igreja e manter um bom diálogo com a sociedade. Mas, como atuar em meio a uma multidão de pessoas, onde todos falam ao mesmo tempo?

Nos dias de hoje, está cada vez mais difícil chamar a atenção e, como diz o bordão: “quem não é visto não é lembrado”. Contribuir com informações e criar uma boa e sadia visão da Igreja e dos seus valores à sociedade é um grande desafio.

A comunicação pastoral sempre deve estar atenta no caminho em que a comunidade está trilhando. Buscar uma verdadeira compreensão das suas lutas e ajudar a encontrar no corpo de Cristo o seu lugar.

Através dela, a igreja tem um meio de articular a vida e as relações comunitárias. Com isso, os valores são comunicados com integridade, competência técnica e de forma assertiva.

Tudo para que, no fim, a comunidade possa vivenciar melhor uma comunhão com a Palavra de Deus e com a Eucaristia. 

E se você olhar bem, verá que a natureza da igreja é comunicar!

Pascom diocesana, comece com a oração

Antes de planejar a melhor maneira de se comunicar, de atrair e engajar as pessoas da comunidade com as ações evangelizadoras da igreja, rezem juntos. Entregar em oração toda a estrutura e organização de qualquer que seja o evento é o passo mais importante da PASCOM.

Afinal, mesmo que você seja qualificado e tenha um boa competência técnica, é sempre bom lembrar que tudo isso é para Deus.

Ele é o centro de toda e qualquer comunicação pastoral. Portanto, não faz sentido algum começar e terminar sem pedir a Deus sua graça. Se você ainda está inseguro de como deve atuar na sua diocese e até na sua paróquia, comece hoje com este simples passo. Que tal?

O segundo passo é planejar

Segundo o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil (n° 249), a PASCOM tem como fundamento quatro eixos:

  • Formação;
  • Articulação;
  • Produção e
  • Espiritualidade.

Todos devem estar dentro do planejamento das ações de evangelização das paróquias. Sendo assim, você pode pensar numa capacitação técnica, mesmo que por videoconferência, também como as ações serão articuladas dentro do planejado e etc.

Enfim, todas as produções que serão feitas: fotos, vídeos, construção de sites, impressos e qualquer outra coisa devem antes passar pelo planejamento. E, não menos importante, gerar unidade entre todos e tudo no projeto através da espiritualidade.

É muito importante ter os quatro bem estruturados em toda etapa de comunicação.

E agora, quem poderá ajudar a Pascom diocesana?

A pastoral de comunicação no âmbito diocesano tem várias competências, como a coordenação e formação dos agentes de pastorais. Mas não é tão fácil encontrar pessoas que possam colaborar com a sua competência técnica.

Contudo, também é necessário algumas observações práticas. Por exemplo, promova formações locais, divulgando isso, alguém pode se interessar em aprender e também ajudar a comunicação pastoral. Para isso, é preciso estar próximo dos paroquianos e também promover uma proximidade deles com os ensinamentos da igreja e do serviço pastoral.

Então, capacitados tecnicamente e com a catequese e liturgia, podemos empenhar uma comunicação mais profunda e ativa nas ações da igreja.

Antes de comunicar primeiro escute

É semelhante a cena de sentar à mesa quando já se tem um grupo de pessoas conversando. Primeiro, precisamos entender o que estão falando para depois falar de forma correta.

Perceba que ao escutar a comunidade será mais fácil entender qual é o problema, ou o que é necessário para que se possa favorecer o diálogo da comunicação pastoral. Desta forma será a evangelização por meio da comunicação será o melhor possível.

Isso vai ajudar muito quando você estiver pensando sobre como atrair as pessoas para os eventos da paróquia. De que forma as pessoas poderão compreender melhor a evangelização de fato?

Isso requer técnica, mas também uma preparação prévia que pode ser alcançada com esta prática, como se fosse uma pesquisa do público alvo.

Use e abuse das mídias digitais

Está mais do que provado que através das redes sociais, a pastoral da comunicação pode contribuir muito para atrair e engajar novos paroquianos. Colaborando na conversão das pessoas em verdadeiros filhos de Deus, como pescadores em alto mar.

O marketing digital é a melhor forma de engajar o público. Através de uma produção constante de conteúdo podemos deixar a comunicação mais leve e atrativa. No instagram, por exemplo, a pastoral de comunicação consegue realizar o anúncio do evangelho e divulgar uma ação ao mesmo tempo.

Então, é certo que o marketing digital alcança muitos resultados para a comunicação pastoral de uma paróquia. Veio a pandemia e a comunicação através da internet cresceu ainda mais. É também por ela que a igreja encontra um meio para estar dentro dos lares e na família.

Se ainda restar dúvidas, teste

A melhor maneira de validar uma comunicação é testar. Muitas incertezas aparecerão, inseguranças e medos, mesmo até quando você tiver feito um bom planejamento e pesquisa antecipadamente.

Às vezes, até um mesmo evento que será novamente realizado pode gerar essas dúvidas. O segredo é não se preocupar de forma exagerada, confie em tudo que já foi produzido, o planejamento e nas pessoas que estão servindo na pastoral de comunicação.

E, ainda melhor, se você já vem praticando os primeiros passos como iniciar com a oração, então basta confiar em Deus e executar tudo. Caso apareçam dificuldades e novidades, aproveite bastante para aprender.

Portanto…

Não se esqueça, a Pascom diocesana tem uma grande e importante missão de promover o diálogo e a comunhão do ambiente pastoral. Contudo, independente da sua missão dentro da pastoral de comunicação, comunique a Boa Nova com parresia.

Conheça a DOMINUS, para que você possa alcançar os melhores resultados na evangelização do segmento católico.

 

 

 

 

 

 

Com uma vivência ativa na oração e estudos da Igreja Católica, Joabson também é estudioso de marketing digital, onde passou a atuar como copywriter. É um paraibano arretado, casado com Natyara Camila e pai de Nicolas e de Katherine.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.