Como motivar agentes pastorais em 5 passos - Dominus Comunicação

Como motivar agentes pastorais em 5 passos

Motivação Missionária: 5 dicas para motivar os agentes pastorais

Motivar agentes pastorais em meio a uma pandemia pode parecer uma tarefa árdua, mas possível de se realizar quando se resgata o valor da missionariedade em nossas comunidades. Um dos principais desafios pastorais atuais é a falta de pertença entre os fiéis. Muitas pessoas são ativas em suas paróquias, participam das celebrações e encontros, porém pouco é o número daqueles que se engajam em algum serviço.

Nesse sentido, o trabalho desenvolvido pelos agentes pastorais é de suma importância. Pois, são eles que abraçam a missão que lhes foi confiada e colocam à disposição, os dons recebidos por Deus nos diversos setores de suas comunidades. Esses irmãos dão suporte fundamental aos sacerdotes nas ações de evangelização.         

Contudo, como se não bastasse o baixo número de agentes pastorais atuantes, é grande a quantidade daqueles que se encontram sobrecarregados em suas tarefas. São agentes pastorais que assumem diversas funções e, por vezes, se encontram desmotivados e inseguros em suas ações. 

Então, como motivar os agentes pastorais? É possível manter as atividades mesmo em tempos de pandemia? 

Confira a seguir as 5 dicas que separamos para te ajudar a motivar os agentes pastorais de sua comunidade. 

1. Mantenha as reuniões periódicas, mesmo na pandemia 

Manter as reuniões periódicas na pandemia é uma ótima forma de motivar os agentes pastorais e gerar unidade entre os membros. As reuniões devem respeitar o isolamento social e devem ser feitas online, de acordo com a recomendação das autoridades civis e eclesiais de cada região.

Juntos, vocês podem descobrir novas estratégias e formas de desenvolver as ações do seu núcleo pastoral, adaptando-se ao cenário atual e já traçando metas para o retorno das atividades presenciais. Aproveite este tempo para investir na formação dos agentes pastorais.

2. Promova ligações para motivar agentes pastorais distantes 

Aproveite este tempo para entrar em contato com agentes pastorais que se encontram afastados. Ou até mesmo convide novos membros para a sua pastoral. Partilhe as graças e os desafios desta missão e mostre como a presença dessa pessoa, pode acrescentar no trabalho pastoral. 

Sabe aquela falta de pertença? Aqui é uma ótima oportunidade de valorizar o indivíduo e mostrar como os dons dele podem contribuir com a evangelização. 

3. Crie grupos de partilha 

Falar sobre as dores e alegrias experimentadas nos serviços pastorais, permite que os agentes possam se reconhecer por meio dos testemunhos partilhados. Alimenta-se então o sentimento de comunidade, pertença e unidade.

 Ninguém está só. Por meio das partilhas os agentes descobrem que possuem desafios em comum como a irregularidade dos membros, falta de recursos técnicos, financeiros e buscam apoiar uns aos outros. Ao mesmo tempo, testemunhar os frutos, desperta o sentimento de perseverança, vale a pena prosseguir mesmo com os obstáculos.

4. Realize eventos para motivar agentes de pastoral

Primeiramente, a comunidade precisa saber quais são os serviços pastorais realizados em sua paróquia e as necessidades que cada um possui. Por isso, sempre que possível promova eventos de valorização dos agentes de pastoral. Junto ao pároco estabeleça um calendário com Missa das Pastorais. Em cada ocasião ele pode evidenciar nas homilias a importância do serviço apostólico.

Portanto, realize um café comunitário entre os membros para fomentar a fraternidade. Valorize os agentes de pastoral, com a entrega de cartões, com frases como (A Paróquia evangeliza através de você!).

Essas são algumas formas concretas de mostrar a importância da missão desenvolvida por estes agentes,. Além disso, é um ótimo meio para despertar o interesse de engajamento naqueles que ainda não servem em nenhuma pastoral. 

5. Envie materiais formativos semanalmente (textos, vídeos, podcasts) 

A capacitação e formação dos agentes pastorais é de suma importância, pois revela aos membros o sentido da missão que abraçaram e qual é o objetivo das atividades que desenvolvem. Portanto, para que os agentes possam estar cada vez mais capacitados e motivados, apresente a eles conteúdos por meio de textos, vídeos, testemunhos, podcasts

Compartilhe conhecimento por meio de formações específicas com membros de outras comunidades ou Diocese, para que os seus agentes possam ter também uma visão mais ampla do serviço. 

Gostou das nossas dicas? Se foram úteis para você, motive os agentes pastorais de sua comunidade compartilhando este conteúdo. 

 

Jéssica Maia

Jornalista por formação e missionária, Sua missão é anunciar a Paz ao coração dos homens. Atualmente compõem a equipe de Redação da Dominus. Seu coração está na evangelização!

1 Comment

  1. Marcos goes disse:

    Ótimo trabalho!
    Após perder muito tempo na internet encontrei esse blog
    que tinha o que tanto procurava.

    Parabéns, Gostei muito.
    Meu muito obrigado!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *