Etapas para fazer um bom planejamento da Pastoral do Dízimo

Etapas para fazer um bom planejamento da Pastoral do Dízimo

Com a grande missão de motivar, planejar, organizar e executar iniciativas para a implantação e o funcionamento do dízimo, um bom planejamento da Pastoral do Dízimo é uma tarefa indispensável. Sabendo que, em tudo, o principal objetivo da Igreja é a evangelização, é bom lembrar que antes de qualquer iniciativa de arrecadação financeira, as atividades da comunidade devem estar destinada a atrair os filhos de Deus, guiá-los em um processo de conversão, e manter-se em constante relacionamento fraterno e espiritual. 

Estamos falando de fomentar ações evangelizadoras capazes de “fazer discípulos” (cf. Mt 28,19), e a partir dessa graça torná-los membros da Paróquia e, consequentemente, dizimistas. Na perspectiva do marketing secular, este processo se desenvolveria no “funil de vendas”. Para o universo evangelizador, a Dominus criou o funil da evangelização, que consiste em atrair, converter, discipular e fidelizar o dizimista. 

Esse trabalho exige um bom planejamento. Conheça as principais etapas do processo e busque avançar ainda mais na Pastoral do Dízimo.

Para planejar bem é preciso conhecer bem

O primeiro momento do planejamento é o diagnóstico. É preciso esmiuçar todas as informações possíveis acerca da comunidade, paróquia ou diocese. Com instrumentos como questionários, pesquisa com fontes seguras, entrevistas, coletânea de fotos e arquivos, é possível construir um banco de dados que contenha: 

  • Histórico da comunidade;
  • Balanço financeiro dos últimos anos;
  • Situação da Pastoral do Dízimo;
  • Principais dificuldades;
  • Índice de dizimistas entre agentes de pastoral, fiéis da paróquia, etc.; 
  • Meios de comunicação disponíveis;

A partir desses registros, a equipe pode elaborar uma exposição dos dados mais significativos e com maior implicação na dinâmica da Pastoral do Dízimo. Ex: quantidade de funcionários públicos; índice de agentes de pastoral que não são dizimistas etc. 

Um bom planejamento da Pastoral do Dízimo precisa de ações claras

Depois desse processo de conhecimento profundo que o diagnóstico proporciona, é o momento de elaborar um plano de ação. Você pode usar uma planilha com colunas que possibilitem o preenchimento orgânico e sistemático de acordo com cada meta definida. Além das metas, devem ser colocadas as ações relacionadas a cada uma, as tarefas, os responsáveis, o prazo e o custo de cada ação. Esse é um momento muito importante do planejamento estratégico. Nele é possível estabelecer as atividades da paróquia de modo claro, objetivo e com as atribuições definidas. A planilha pode ser do seguinte modo:

MetaAçõesTarefasResponsávelPrazo
Aumento do número de dizimistasFormar a Pastoral da acolhida para receber melhor os fiéisPromover curso com 2h de duração para unificação das ações com explanação de métodos de recepção, cortesia e evangelizaçãoDiácono XNo próximo mês
Confeccionar cartões de aniversário para entregar ao fim de cada celebraçãoPastoral da ComunicaçãoDia 12

Não esquecer os instrumentos de avaliação

Jean Ricardo, CEO da Dominus, costuma dizer que “muitos planejam, poucos executam, mas quase ninguém avalia”. Infelizmente, a sua expertise de mais de 10 anos trabalhando com planejamento estratégico de evangelização, comprovou essa realidade. Muitas paróquias criam planejamentos impecáveis, porém, não avaliam os processos com periodicidade, comprometendo o todo. 

Ao término do plano de ação, é interessante definir os instrumentos avaliativos e o prazo que serão aplicados. Pode se usar a observação das métricas das redes sociais, a quantidade de fichas de cadastro, pesquisa de satisfação, reuniões de avaliação etc, aquilo que for mais conveniente para a dinâmica da Pastoral. 

Basicamente, as etapas de planejamento seriam: diagnóstico, plano de ação e avaliação. Se uma das partes são minorizadas de alguma forma, o trabalho como um todo acaba correndo risco. Realizar bem, com atenção e escuta dos fiéis, dos coordenadores de pastoral, da hierarquia da Igreja particular são algumas chaves para um planejamento favorável. 

Heraldo Lima

Jornalista de formação, possui intensa e longa experiência missionária. Atualmente compõem a equipe de Redação na Dominus Evangelização e Marketing. Casado com a Anne e pai do Davi. Seu coração está na evangelização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *