Como organizar uma palestra na formação pastoral - Dominus Comunicação

Como organizar uma palestra na formação pastoral

Como organizar uma palestra na formação pastoral

Você precisa aprender como organizar uma palestra para os seus agentes pastorais e não sabe por onde começar? Sente um pavor se aproximando só de pensar no momento da apresentação? Não consegue imaginar como apresentará o assunto proposto? Está difícil organizar as ideias ?

Calma, não permita que esses temores bloqueiem você.

Ou, talvez, você já tenha experiência em oferecer formação pastoral e desempenha essa tarefa com primor. No entanto, o medo ou a insegurança te acompanham cada vez que surge a necessidade de  organizar e apresentar uma palestra.

Não importa em qual caso você se encaixa, essas dicas são para você!

Se tem algo que causa “frio na barriga” de muita gente é falar em público. Logo, você não é o único a passar por isso. E, acredite, nem mesmo palestrantes profissionais escapam disso.

Psicólogos dizem que essa emoção é inevitável, contudo controlar o nervosismo durante uma palestra é possível sim. O importante é buscar meios para não deixar que o medo te paralise.

Para te ajudar com isso, trazemos algumas dicas práticas sobre como organizar uma palestra e controlar o nervosismo.

Dicas de como organizar uma palestra proveitosa

Uma formação pastoral não precisa – e nem deve – ser algo chato ou cansativo aos ouvidos do seu público. Pelo contrário, você precisa cativar seus ouvintes para chegar aos seus corações. Só assim sua palestra será proveitosa. Veja algumas dicas!

Pesquise mais sobre o tema da sua palestra

Ainda que você tenha um vasto conhecimento do assunto que deve abordar, é sempre bom fazer uma nova pesquisa.

Seja na internet ou em livros, é possível encontrar uma informação complementar ou uma nova perspectiva sobre o assunto. Numa dessas leituras você pode encontrar a inspiração que precisa para começar a preparar a sua palestra.

Ao preparar o conteúdo de sua palestra, pense no seu público

É muito provável que o público que frequenta a sua paróquia, bem como seus agentes de pastorais e movimentos, seja formado por pessoas com diferentes níveis culturais e sociais.

Pois bem, essa informação é determinante para a eficiência da formação paroquial que você precisa realizar. Ao organizar sua palestra tenha em mente que você precisa ser compreendido por todos, desde as pessoas mais humildes até as mais sábias.

Frases muito longas podem não ser compreendidas tão facilmente. Então, ao organizar sua palestra treine seu raciocínio para apresentar uma ideia de cada vez.

E, lembre-se: No momento da palestra você deverá falar pausadamente para que as pessoas compreendam cada palavra dita. Desse modo, possam assimilar melhor as informações que você estará transmitindo a elas.

Não confie na sua memória, organize um esboço de como organizar uma palestra

Em algumas situações, nas quais somos expostos a certo nervosismo, ainda que controlado, nossa mente pode nos pregar uma peça com aquele famoso “branco”.

Por isso, ao organizar sua palestra anote tudo o que você pretende falar. Depois disso, faça uma espécie de resumo, em tópicos, para utilizar no momento da palestra.

Esses tópicos serão o teu roteiro no dia da apresentação e ainda poderão te ajudar a se lembrar mais facilmente do conteúdo caso tenha um esquecimento súbito.

Se possível, utilize recursos audiovisuais

Prender a atenção das pessoas utilizando algum tipo de recurso, como retroprojetor e até mesmo uma música, pode te ajudar no desenvolvimento do tema da sua formação paroquial.

É muito comum o uso de retroprojetores em apresentações. Mas, cuidado para não encher a tela de textos. Isso pode até causar um desconforto no seu público que ficará em dúvida se ouve o que você está falando ou se lê o que está sendo projetado.

Portanto, se for utilizar esse recurso, procure colocar frases curtas, de maneira a ajudar seu ouvinte na memorização da mensagem que você está transmitindo a ele. Não é necessário expor uma “apostila” de conteúdos em formato de slides.

Você pode também fazer uso de imagens para complementar sua explanação, facilitando a compreensão do público.   

E, que tal fazer algo diferente: Já pensou, por exemplo, em finalizar uma formação pastoral com um cântico religioso que traga uma mensagem importante que corresponda ao assunto da sua palestra?

Certamente isso ajudaria seus ouvintes a fixar o essencial dessa formação pastoral em seu interior.

Como controlar o nervosismo

Certamente, depois de ter organizado sua palestra parte do seu medo tenha se dissipado. No entanto, quando chegar o momento da sua apresentação, provavelmente aquele medinho surgirá como quem não quer nada.

Mas, não se preocupe, agora vamos te dar algumas dicas para controlar esse vilão no dia da formação paroquial.

Ensaie sua palestra

Lembra-se do roteiro que te orientamos a fazer no momento em que você está organizando sua palestra? Pois bem, aproveite esse roteiro para ensaiar sua apresentação.

Treine quantas vezes puder. Isso te dará mais segurança quando chegar sua hora.

Lembre-se: Durante a palestra você precisa falar com clareza e objetividade para facilitar a compreensão dos seus ouvintes.

Trabalhe sua inteligência emocional

Para conseguir controlar a ansiedade e o nervosismo é importante trabalhar sua inteligência emocional. Mas, afinal, o que é isso?

Inteligência emocional é a maneira como lidamos com nossos sentimentos e emoções. Trabalhar a inteligência emocional nos ajuda a responder às pessoas e situações de maneira sábia.  

Alguém com boa inteligência emocional consegue lidar melhor com seus sentimentos. O nervosismo não consegue dominá-lo. Situações negativas não conseguem derrubá-lo.

Agora você deve estar se perguntando: Tudo bem, entendi o conceito de inteligência emocional, mas como posso trabalhar isso?  Vamos às dicas:

  •  Observe seu comportamento. Como você age no dia a dia? Esse autoconhecimento te ajudará a lidar com futuras situações indesejadas.
  •  Aprenda a lidar com as emoções negativas. Não permita que a frustração tome conta de você. Procure desenvolver uma visão otimista e entender que os erros podem acontecer e que são uma oportunidade de aprendizado.

Esteja preparado para os imprevistos

Ter tudo preparado não é garantia de que tudo dará certo. Imprevistos sempre acontecem! Você precisa saber o que fazer quando eles aparecerem.

Falta de energia elétrica, interrupções, perguntas fora do contexto, enfim, nunca sabemos o que pode acontecer. Neste momento tudo o que não pode acontecer é o desespero se apoderar de você.

Se for pego de surpresa por algo inesperado, seja natural, procure brincar com a situação e encontrar um meio de recuperar a atenção de seu público para o que é importante: a sua palestra.

Adote uma postura de confiança em si mesmo

No momento da sua palestra, ou mesmo minutos antes de começá-la, procure transmitir confiança a si mesmo. Isso te ajudará a manter sua mente equilibrada e a manter sentimentos positivos com relação a si mesmo. Inteligência emocional, lembra-se?!

Antes de iniciar sua palestra procure isolar-se por alguns minutos. Depois, respire fundo e faça uma oração pedindo ao Espírito Santo que te inspire e conduza nesse momento.

Se possível, leia aquele roteiro que você previamente preparou para a sua palestra, para já despertar sua memória sobre o assunto.

E, quando chegar o momento, mantenha um sorriso no rosto! Um sorriso tem a capacidade de transformar situações e pessoas, a começar por você mesmo!

Gisa Prado

Jornalista de formação, com longa experiência na produção de conteúdos para meios de comunicação católico. Atualmente compõem a equipe de Redação na Dominus Evangelização e Marketing.  Seu coração está na evangelização!

8 Comments

  1. Silvan Aparecido Dal Bem disse:

    Gostei do conteúdo, ainda não sou palestrante , mas pretendo falar algo nas formações. E essas dicas foram de grande valia.

  2. Sandra disse:

    obrigada pelas orientações. Já fazia algumas coisas assim, mas outras foi novidade. obrigada de coração

  3. Marcia Rozele Silva de Santana disse:

    Excelente material para ministrar uma palestra ou uma formação catequética de forma proveitosa. Ah! Os lembretes de autocontrole e recursos de fugir do “de memória” foram maravilhosos. Parabéns para toda a equipe!

  4. Sebastião Raimundo Costa disse:

    Sou palestrante no âmbito religioso e a muitos anos atrás ministrava “treinamento” sobre temas ambientais na empresa que trabalhava, até hoje não cheguei a conclusão se foi a prática da empresa que me ajudou nas palestras religiosas ou se as palestras religiosas me ajudou no trabalho. Apesar da experiência que fui adquirindo até hoje antes de começar me dá um “friozinho” na barriga, é uma enorme responsabilidade mas gosto deste desafio, Gostei demais das dicas, muitas já pratico, aproveitarei outras e por isso vou guardar este material.
    Att
    Sebastião R. Costa

  5. ANTONIO CARLOS FERREIRA disse:

    MUITO BOM, ESTAVA PRECISANDO DESSAS DICAS!

  6. GIOVANI GONCALVES BATISTA disse:

    Excelente!!!
    Muito obrigado!
    Deus os abençoe e ilumine sempre!
    Fraterno abraço.

  7. CARMO DE TILIO disse:

    Ótimas dicas. Me ajudará muito.
    Grato

  8. Jeovane disse:

    Muito obrigado.
    Dicas muito boas.
    Jesus lhe abençoe poderosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *